OS 7 ERROS MAIS COMUNS DURANTE A ESCOVAÇÃO E USO DO FIO DENTAL

Muitas pessoas cometem esses erros. Será que você é uma delas?

Deixa eu te contar quais são eles e quais são as principais consequências de cada um. Antes, apenas uma informação:

Prevenir é melhor do que remediar.

Clichê, não é mesmo?! Porém, extremamente valiosa e, quando tiver meus filhos, com certeza vou querer que saibam e pratiquem isso.

Já coloquei na ponta do lápis para verificar que, de fato, prevenção odontológica pode economizar dinheiro, tempo e estresse das pessoas.

Basta comparar o custo de cada um destes fatores para prevenir problemas de saúde dos dentes e da boca com o tratamento deles.

Por isso, esta é a ideia que você deve levar daqui hoje: cuide mais de você! 

Você é a pessoa mais importante da sua vida.

A seguir, confira se está cometendo algum dos erros mais comuns durante a escovação e uso do fio dental. E, se estiver, sugiro evitá-los daqui pra frente! :)

 

#1 ESCOVAR COM MUITA FORÇA

A escovação com forças excessivas é uma das causas de retrações gengivais, e mesmo de desgastes dos dentes. 😁

Escovar bem é menos sobre força e mais sobre jeito.

Seu dentista é a pessoa mais instruída para te ajudar! Não deixe de procurar atendimento se tiver dúvidas. Pode custar muito mais caro depois.

 

#2 FICAR SÓ “ALISANDO” OS DENTES

Isso é coisa que, principalmente, crianças fazem quando não querem escovar, mas são obrigadas. É a famosa “ceninha”. Faz para parecer, mas não faz de verdade. 🤐

É como tudo na vida… ou você faz como dá certo ou não faz.

Não existe meio-termo ou, pelo menos, não deveria.

Obviamente, 3 cáries podem ser menos ruim do que 5 cáries. Entretanto, se o objetivo é saúde, as duas situações estão insatisfatórias.

 

#3 FOCAR APENAS NO QUE APARECE NO SORRISO

Imagine se você preservar seus dentes que aparecem no sorriso e perder os mais de trás. Sorrir você vai, mas na hora de mastigar aquele belo churrasco… 😰

Esse é um “pecado” cometido por muitas pessoas. Inclusive, por muitos pais, que despreocupam da higiene bucal dos filhos por acreditarem que todos os dentes nascerão de novo.

Por volta dos 6 anos de idade, já nasce um dente permanente na boca (e ele não vem com dente-de-leite antes!) É importante ficar atento.

Além disso, dentes-de-leite também são fundamentais para o melhor desenvolvimento das crianças. Quando elas perdem dentes precocemente, ficam prejudicadas até mesmo em sua estética e mastigação. Você pode não perceber, mas elas sentem.

 

#4 IGNORAR A LÍNGUA

Língua suja é uma das principais causas do mau hálito.

Isso é bastante desagradável, concorda? 😥

Uma dica: quando for escovar a língua, respire pelo nariz.

Esta simples estratégia reduzirá as chances de que você sinta ânsia e possibilitará a higienização lingual de forma mais eficiente.

 

#5 IGNORAR OS DENTES NO FUNDO DA BOCA

Há quem se embarace todo no fio dental e, quando vai passar ele nos dentes lá de trás, não alcança! 😱

Peça para o seu dentista te ajudar com isso 😉

O que não pode é deixar pra lá, pois fica ruim é pra você!

 

#6 PASSAR E PUXAR O FIO SEM ABRAÇAR OS DENTES

Já percebeu que a gengiva forma um triângulo entre os dentes?

Se você só passa e puxa o fio sem abraçá-los, provavelmente está deixando de limpar um dos lados desse “triângulo”.

Ausência de higiene adequada é igual maior risco de desenvolver problemas nos dentes e na boca. Por sua vez, menor se torna a tranquilidade para sorrir com confiança.

Logo, é melhor prevenir. Concorda?

 

#7 EVITAR O ESPAÇO ENTRE OS DENTES E A GENGIVA

Dói pra passar o fio dental porque “pega” na gengiva? É comum ser pela falta de costume. Se você não limpar rente à gengiva, pode ser que mais empurre sujeira pra debaixo dela do que tire – na dúvida, agende uma consulta! ⏰ .

Entre os dentes dá cárie também. Cuidado! 👀 Escova de dentes não limpa essa região tão bem quanto o fio não, hehe. 💡

Não adianta só falar que você escova ou usa o fio dental. Você precisa fazer certo para funcionar! 😜

 

QUERO CUIDAR MAIS DE MIM. E AGORA?

Erros são formas de aprendizado.

Por outro lado, também é possível aprender antes com os erros de outras pessoas e viabilizar soluções para eles. No contexto deste artigo, suas consequências seriam bastante ruins e, até mesmo, irreversíveis.

Saber disso, faz com que eu queira, cada dia mais, incentivar a prevenção entre as pessoas.

Nunca tive problemas odontológicos quando criança. Hoje, conhecendo a realidade de saúde bucal da população brasileira – em especial, da região onde atendo – vejo como isso facilitou a minha vida!

Desejo o mesmo para todos.

🆙 Esta publicação possui caráter educativo e não substitui a consulta odontológica. Os riscos e limitações do seu tratamento devem ser avaliados em consultório. 🆙

😊 Se tiver mais dúvidas, entre em contato e agende sua consulta! 👈

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *